Vereador reivindica readequação de área na avenida Charles Keese Dodson para utilização como estacionamento

Por Redação/Divulgação CMSBO 10/06/2024 às 11:15

(Foto: Divulgação)

O vereador Joi Fornasari protocolou um requerimento na Câmara pedindo informações à Administração Municipal, quanto à possibilidade de readequar a área localizada entre os números 1.160 a 1.500 da avenida Charles Keese Dodson para voltar ser utilizada como estacionamento de veículos. Ele relata no documento que foi procurado por moradores e principalmente comerciantes solicitando essa readequação, tendo em vista que há anos o local era utilizado como estacionamento.

“Comerciantes e a população em geral serão beneficiados e poderão contar com mais vagas para estacionar, facilitando assim, o acesso aos comércios. Da forma em que se encontra, vários comerciantes fecharam suas portas e outros passam dificuldades devido ao êxodo de clientes que buscam outras alternativas por falta de espaço para estacionar”, considera Fornasari.

No requerimento, ele pergunta se é do conhecimento dessa Administração a situação acima mencionada; se existe projeto de estacionamento para atendê-los, o que o mesmo contempla e qual o prazo para colocá-lo em prática; e, em caso de resposta negativa, o vereador quer saber se existe a possibilidade de fazer um projeto para executar a adequação em curto prazo.

REVITALIZAÇÃO: JARDIM SÃO CAMILO

Em outro requerimento à Administração Municipal, o vereador Joi Fornasari pede informações a respeito da possibilidade de revitalização de área pública localizada entre as ruas Pastor Antônio Munhoz e Romeu Fornasari, no Jardim São Camilo, melhoria reivindicada por moradores desse bairro.

Joi menciona que o espaço já possui quadra de vôlei e de futebol e parque infantil, porém sem areia. “A pouca iluminação existente no local foi providenciada pelos moradores próximos, a fim de fazerem uso da área no período noturno”, afirma o vereador, destacando ser essa uma região da cidade onde observamos um aumento populacional considerável, devido as novas torres de condomínios que se instalaram nas adjacências.