Salão de Aquarelas de Piracicaba recebe 345 obras de oito estados; exposição abre sábado no Engenho Central

Por Redação/Prefeitura Piracicaba 02/04/2024 às 14:28

(Divulgação/Prefeitura Piracicaba)

A sétima edição do SAP (Salão de Aquarelas de Piracicaba), realizada pela Prefeitura, por meio da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural), recebeu 92 inscrições no período de 26/02 a 28/03, num total de 345 obras vindas de oito estados brasileiros. A próxima etapa é a seleção dos trabalhos que irão compor a exposição, que será inaugurada no dia 5/05, no Parque do Engenho Central. O júri se reúne hoje (02), na sede da Semac.

O SAP de 2024 marcará a retomada do salão – a última edição acontece em 2020. Como em anos anteriores, foram enviadas aquarelas de diversas partes do Brasil. Esta edição recebeu obras de 37 cidades dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Goiás, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

Para a seleção e premiação das obras, foi formada uma comissão de três pessoas de comprovada especialização e reconhecido valor no cenário artístico nacional.

O Salão de Aquarelas de Piracicaba vai conferir os seguintes prêmios: Prêmios Aquisitivos Prefeitura Municipal, dispondo de R$ 9.600; uma Medalha Miguel Dutra; cinco Menções Honrosas e um Prêmio Capa, referente à reprodução da obra na capa do catálogo e demais impressos deste SAP.

A TÉCNICA – Aquarela é uma técnica de pintura na qual os pigmentos se encontram suspensos ou dissolvidos em água. Os suportes utilizados na aquarela são muito variados, embora o mais comum seja o papel com elevada gramagem. Isso porque é necessário que o papel seja mais grosso visto a utilização da água, fazendo com que não haja deformações no papel. São também utilizados como suporte o papiro, casca de árvore, plástico, cartolina, couro, tecido