Notícias


BRASILEIRÃO

14/11/2020 às 22:07:00

São Paulo vence Fortaleza com VAR polêmico e encosta na liderança do Brasileiro


O São Paulo reencontrou o Fortaleza no Castelão e venceu jogo dramático por 3 a 2, neste sábado, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado deixa o Tricolor colado na liderança do torneio nacional e estende a sequência de invencibilidade da equipe.

Não faltou gol e polêmica de arbitragem no Castelão. O time da casa saiu na frente do placar com David no primeiro tempo, após revisão do VAR e impedimento revertido. Antes do intervalo, os visitantes empataram com Gabriel Sara, em bela cobrança de falta.

Na etapa final, mais polêmica: o segundo gol de David foi anulado após consulta ao VAR. Minutos depois, Luciano marcou e virou o jogo para o São Paulo, sem antes ter que esperar mais uma revisão da arbitragem. As polêmicas terminaram, mas os gols não: Wellington Paulista deixou tudo igual aos 28, mas Luciano marcou mais uma vez para garantir a vitória do Tricolor paulista, aos 35.

Com o resultado, o São Paulo conseguiu colar na liderança do Brasileiro, na 3ª posição com 36 pontos, mesma marca do Internacional, que aparece na frente pelo saldo de gols. O Atlético-MG lidera o campeonato com 38.

Já o Fortaleza estacionou nos 24 pontos na 12ª posição e chegou ao quarto jogo seguido sem vitória.

O Jogo - Aos dez minutos, o Fortaleza marcou no primeiro lance de perigo da partida. Diego Costa errou passe, o time da casa recuperou e acelerou o jogo. Juninho colocou bela em profundidade para David, que venceu na corrida e bateu cruzado; a bola ainda desviou nas mãos de Volpi, mas entrou no canto. O assistente marcou impedimento no lance, mas após revisão de cerca de três minutos, o VAR confirmou a posição legal e validou o lance.

Se o São Paulo já tinha mais a bola, passou a ficar ainda mais com a desvantagem no placar. Apesar da posse, o Tricolor encontrou dificuldades para criar.

Sem conseguir se aproximar da área adversária, o São Paulo tentou à longa distância em batida fraca de Rodrigo Nestor pelo lado esquerdo, aos 32 minutos, e em chute firme de Gabriel Sara na intermediária direita, aos 33; ambos sem sucesso.

Bastante participativo, Rodrigo Nestor recebeu bola na intermediária aos 38 minutos e fez fila na defesa do Fortaleza, passando por três marcadores e sofrendo falta na entrada da área.

Na cobrança, Sara bateu colocado no canto esquerdo e surpreendeu Felipe Alves no contrapé. O goleiro não chegou à tempo para evitar o gol. Tudo igual.

Virada tricolor na etapa final

O São Paulo teve chance para virar o jogo logo no primeiro minuto da segunda etapa. Daniel Alves cruzou da esquerda, Pablo desviou e deixou para Brenner na pequena área. O atacante não dominou bem a bola e deu tempo para Carlinhos se recuperar e atrasar para Felipe Alves.

Logo em seguida, aos três minutos, Brenner teve liberdade para partir para cima no campo de ataque e acionou Rodrigo Nestor pela esquerda, o volante invadiu a área e cruzou rasteiro, mas a defesa do Fortaleza conseguiu afastar.

Aos oito minutos, Diego Costa perdeu disputa no meio-campo, David acelerou contra-ataque e passou para Bergson bater na entrada da área. Volpi espalmou, mas se desentendeu com Daniel Alves no rebote. A bola sobrou com David, que empurrou para as redes. Mas o lance para revisão do VAR, que anotou falta em Diego Costa na origem do lance.

Logo após uma polêmica de VAR, outra polêmica envolvendo a arbitragem. Luciano entrou no jogo no lugar de Pablo e em sua primeira participação, aos 15 minutos, abriu para Vitor Bueno e completou cruzamento na área para virar o jogo. O árbitro foi chamado para checar possível toque de mão de Vitor Bueno na origem da jogada, mas não reverteu a chamada. Gol do São Paulo.

Aos 28 minutos, Juninho cobrou falta da direita, Paulão subiu mais que toda a zaga do São Paulo e cabeceou; Volpi fez linda defesa, mas Wellington Paulista chegou no rebote para empatar o jogo no Castelão.

Sem viver um grande momento no jogo, o São Paulo conseguiu o gol da vitória aos 35 minutos. Daniel Alves recebeu na direita e encontrou Luciano com espaço na entrada da área. O atacante dominou e encheu o pé para colocar o São Paulo mais uma vez na frente.

Brenner teve bola cara a cara com o goleiro para ampliar o placar nos acréscimos, mas bateu prensado e perdeu a chance.


FICHA TÉCNICA:

FORTALEZA 2X3 SÃO PAULO


Local: Castelão, em Fortaleza (CE)

Data: 14 de novembro de 2020, sábado

Hora: 19h (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Michael Correia e Luiz Claudio Regazone (RJ)

VAR: Rodrigo Nunes de Sa (RJ)

Cartões Amarelos: Felipe (Fortaleza); Hernanes, Rodrigo Nestor, Daniel Alves Léo (São Paulo)

GOLS

FORTALEZA: David, aos dez minutos do 1º tempo; Wellington Paulista, aos 28 minutos do 2º tempo

SÃO PAULO: Gabriel Sara, aos 39 minutos do 1º tempo; Luciano, aos 15 minutos do 2º tempo, e aos 35 minutos do 2º tempo


FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga (Gabriel Dias), Paulão, Jackson e Carlinhos; Juninho, Felipe e Ronald (Marlon); Romarinho, David (Éderson) e Bergson (Wellington Paulista).

Técnico: Marcelo Chamusca


SÃO PAULO: Tiago Volpi, Igor Vinícius, Bruno Alves, Diego Costa (Reinaldo) e Léo; Rodrigo Nestor (Hernanes), Gabriel Sara, Daniel Alves e Vitor Bueno (Igor Gomes); Pablo (Luciano) e Brenner.

Técnico: Fernando Diniz


COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).