Notícias


GERAL

30/11/-0001 às 13:25:00

Ritmo das obras na rotatória na SP-135 gera protesto de moradores


Um grupo de moradores dos bairros Cruzeiro do Sul, Vale das Cigarras, Chácaras Pinheirinho e adjacências fez um protesto hoje (16) por causa da paralisação que vem ocorrendo nas obras do DER-Departamento de Estradas de Rodagem na SP-135 (Rodovia Dona Margarida da Graça Martins). 

Eles fizeram um apelo ao órgão por causa do transtorno que estão enfrentando diariamente no ir e vir. Por causa das obras o trânsito foi desviado pelo acesso ao lado da Unidade das Indústrias Romi, passando pela SP-304 (Rodovia Luiz de Queiróz) e retornando depois para a SP-135.

"Há 10 dias essa obra está parada. Temos acompanhado e não ocorreu nenhuma movimentação. Hoje colocaram aí duas máquinas e dois funcionários trabalhando, mas até ontem não havia nada", afirmou Maria Cristina Oliveira e o presidente da Amocruza-Associação dos Moradores do Cruzeiro do Sul e Adjacências, Rosivaldo Pereira dos Santos. A maior preocupação, segundo eles, é que essa obra siga o mesmo ritmo do Corredor Metropolitano que tem paralisações contantes e nunca acaba.

Rosivaldo disse que a situação é muito complicada porque tem que andar em dobro. "Tem que começar as coisas e também se preocupar com a vida do cidadão. É preciso concluir o mais rápido possível essa obra. Eu já fui na Câmara na sexta-feira reclamar sobre isso", afirmou o presidente.

O trecho da SP-135 foi interditado para execução das obras de uma rotatória de acesso a um condomínio residencial e a previsão para conclusão, segundo os moradores, era de 30 dias. "O problema é que interditaram e a obra ficou até agora parada", reclamaramn os moradores.   

A reportagem entrou em contato com o DER e aguarda retorno.

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).