Notícias


MEIO AMBIENTE

30/06/2020 às 15:09:00

Queimadas: Prefeitura de SB dá prazo de uma semana para Raízen apresentar plano de ação


A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste estipulou o prazo de uma semana para que o Grupo Raízen apresente um plano de ação mais eficiente no combate às queimadas. A empresa, e também órgãos ambientais, foram notificados na semana passada sobre incêndios ocorridos em áreas de plantio de cana-de-açúcar dentro do perímetro do município.

Ontem (29), representantes do Grupo Raízen procuraram a Prefeitura e, durante a reunião, o prefeito Denis Andia cobrou uma ação mais eficiente no combate às queimadas e solicitou que seja enviado um plano de ação à Administração Municipal em uma semana.

O Grupo já havia sido notificado no mês de maio, solicitando que esclarecimentos fossem prestados e providências fossem tomadas. Com o agravamento durante o mês de junho, o Município encaminhou notificação à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB, Polícia Militar Ambiental, ao Grupo de Atuação Especial em Meio Ambiente do Ministério Público Estadual – GAEMA, Ministério Público – Promotoria local, ao Corpo de Bombeiros e à Defesa Civil do Estado de São Paulo.

“Após notificarmos os órgãos ambientais que podem autuar e multar e também os de competência para mover ações públicas na justiça, recebemos o contato da empresa responsável pela grande maioria das áreas onde observamos as ocorrências. Eles precisam melhorar o controle preventivo e ampliar a estrutura de combate aos incêndios que surgem por diversos motivos devido ao período de estiagem. A conversa foi dura e necessária, eles sabem dos prejuízos que as queimadas causam a todos os barbarenses. Espero que consigamos resolver o assunto sem a necessidade de outras medidas”, comentou o prefeito Denis Andia.

Segundo a Prefeitura, o Município de Santa Bárbara d’Oeste não tem medido esforços para tentar coibir tais ações. “Entretanto, o Grupo Raízen é o responsável pela área produtiva. Destaca-se ainda que a fiscalização e autuação de multas relacionadas a esse tipo de crime ambiental são de responsabilidade da Polícia Ambiental Estadual e da CETESB.”, informou a Prefeitura. 

(Foto Divulgação PM Santa Bárbara)

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).