Notícias


POLÍTICA

25/11/2021 às 17:27:00

Pediatras denunciados por falta de atendimento em PS não atuam mais na rede, afirma secretária


(Foto Divulgação CM SBO)

Os dois pediatras que foram denunciados por diferentes munícipes que buscaram atendimento médico no PS Dr. Afonso Ramos recentemente, não atuam mais na rede pública de Santa Bárbara d’Oeste. A informação foi dada pela secretária de Saúde do município, Lucimeire Cristina Rocha, durante reunião com vereadores na tarde desta quinta-feira (25). Segundo ela, um dos pediatras foi denunciado ao CRM (Conselho Regional de Medicina).

A reunião com a secretária foi solicitada pela Comissão Permanente de Política Social da Câmara Municipal em razão de diferentes queixas de munícipes a respeito do atendimento pediátrico no Pronto-Socorro Dr. Afonso Ramos, onde a Polícia Militar chegou a ser acionada, depois de um médico ter se recusado a atender uma criança sob a alegação de que estava sozinho no plantão e de que deveria ficar disponível apenas para casos de emergência. 

Lucimeire Rocha explicou ainda que, atualmente, os profissionais que atendem na pediatria dos prontos-socorros são terceirizados e assinam livro de registro de ponto, o qual é fiscalizado por servidores da Prefeitura. Ela também pontuou que os casos em que há demora no atendimento se deve a um aumento significativo nos atendimentos de urgência e emergência. Por dia, segundo ela, estão sendo realizados mais de 500 atendimentos de adultos e mais de 200 para crianças, enquanto durante a pandemia esse número não somava 130 no total. A secretária ainda destacou que 30% dos pacientes têm vindo de Americana.

No momento, conforme expôs a responsável pela Secretaria de Saúde, o atendimento pediátrico no PS Afonso Ramos está normalizado, com a unidade disponibilizando dois pediatras durante o dia e outros dois à noite. Ela também ressaltou que o atendimento pediátrico no PS Dr. Edson Mano será retomado em breve. Nessa unidade, esse tipo de acolhimento foi suspenso durante a pandemia da Covid-19.

Por sua vez, a Comissão Permanente de Política Social prometeu que vai continuar fiscalizando o atendimento pediátrico no município, para que as crianças tenham um atendimento digno, conforme afirmou sua presidente, vereadora Esther Moraes. Segundo ela, a comissão vai acompanhar os plantões dos profissionais, para saber se eles realmente têm cumprido a jornada de trabalho e se o contrato com a empresa terceirizada tem sido respeitado.

Além de Esther Moraes (PL), participaram da reunião com a secretária de Saúde os vereadores Bachin Jr e Carlos Fontes, (membros da comissão), Antônio Carlos Ribeiro - Carlão Motorista, Celso Ávila, Nilson Araújo Radialista e Valdenor de Jesus Gonçalves Fonseca.

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).