Notícias


CULTURA

14/01/2022 às 10:28:00

Feira de Artesanato segue até amanhã na Praça Central


(Foto: Divulgação PM SBO)

A Feira de Artesanato de Santa Bárbara d’Oeste segue até este sábado (15) na Praça Central, com diversos trabalhos feitos em crochê, bordado, pintura, costura criativa e artística, patchwork, tecelagem, montagem de fitas e pedrarias, macramê e carpintaria. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 10 às 17 horas, e aos sábados, das 10 às 14 horas.

A iniciativa valoriza a cultura do artesanato e trabalhos manuais e estimula a criatividade e a expressão artística, além de fomentar a economia criativa e geração de renda no Município.

Todos os artesãos estão atendendo com cuidados redobrados devido à pandemia. Mais informações podem ser obtidas na Secretaria de Cultura e Turismo de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas, pelo telefone 3464.9424 ou via e-mail cultura@santabarbara.sp.gov.br.

Casa do Artesão “Sr. Roldão de Oliveira”

Segue aberta a Casa do Artesão “Sr. Roldão de Oliveira” até o dia 29 deste mês, de terça-feira a sábado, das 9 às 17 horas, exceto aos domingos. A Casa do Artesão fica no Centro de Atendimento ao Turista, na Rua João Lino, 362, no Centro, em frente ao Museu da Imigração.

Confeccionadas em diversas técnicas, os preços das peças variam de R$ 10 a R$ 280 e podem ser encontrados: Amigurumi crochê com tema imagens sacras e imigração japonesa, cachepô crochê e banquinhos de crochê (artesã Marisa Yukiko Ueda Okuro), acessórios de cabelo feitos de fitas e pérolas (Jenifer Joice da Silva Rodrigues), Amigurumi crochê com tema mascotes de Santa Bárbara, padroeira da cidade, safari e bonecas, e vestidos infantil em crochê (Suzana Maria Rodrigues das Neves Chiquetto), porta caneta e cobre jarra bordado, pano de prato, chaveiro, tapete e mandala em crochê (Bernardete Benedita de Camargo Queiroz), quadros, porta chaves, jóias e utensílios, carro de boi e arranjo floral em madeira de reuso e MDF (Marister Hintze Damiane), acessórios de cabelo feitos de fitas e pérolas (Silvaneide Ferreira Sousa), porta objetos, relógio e chaveiros, e em pedrarias (Paulo Cesar Goettenauer dos Santos Couto), mandalas, painéis e porta chaves em macramê (Claudia Maria da Silva Vieira), pano de prato, porta papel higiênico em crochê e puxa saco em patchwork (Nilza da Silva Catib), tapetes de fio de malha (Severino Tavares do Nascimento) e bonecos e bonecas em costura artística (Sérgio Luiz Fronza).

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).