Notícias


SAÚDE

19/01/2021 às 15:55:00

Covid: Primeiro lote da vacina deve chegar no decorrer da semana na RMC, afirma o Governo


O Governo do Estado informou hoje (19) que as 645 cidades paulistas receberão no decorrer da semana seus quantitativos iniciais da vacina do Butantan, para seguimento da campanha de imunização contra COVID-19 iniciada no domingo. A entrega para Campinas e outras cidades estava prevista para hoje, porém foi adiada devido a uma “alteração logística” e não há uma data definida.  

O Governo informou ainda que diariamente, a Secretaria de Saúde divulgará os próximos destinos e quantitativos, dando transparência aos estoques previstos para cada local.

Hoje saem as primeiras grades para 28 locais das regiões da Grande São Paulo, Sorocaba e Vale do Paraíba. As remessas destinam diretamente a 26 Prefeituras de cidades com mais de 30 mil habitantes e a outros dois Grupos de Vigilância Epidemiológica (GVE) regionais que farão a subdivisão para cidades menores em suas áreas de atuação.

Neste primeiro momento, profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas receberão as doses, com o apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local.

Estes públicos são prioritários considerando os critérios de exposição de infecção e risco para agravamento ou óbito pela doença. A inclusão de novos grupos populacionais será norteada pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde.

A divisão das grades foi baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o PNI. O total de 1,5 milhão de doses é a referência para trabalhadores de saúde baseado na última campanha de vacinação contra a gripe. Esta mesma referência é utilizada para cálculo das grades regionais e para cada cidade.

A campanha de imunização contra a COVID-19 em São Paulo será desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo.

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).