Notícias


JUSTIÇA

14/09/2021 às 08:43:00

Corretor judicial divulga lance mínimo no valor de R$ 18,5 milhões para compra do Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães


Foto: Tom Jr./UABFC

Em edital publicado na semana passada pelo corretor judicial responsável pelo leilão da área que compreende o estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, de propriedade do União Barbarense, Adílio Gregório Pereira, o lance inicial é de R$ 18,5 milhões.

A Vara do Trabalho de Santa Bárbara d’Oeste também incluiu a sede social do clube no Leilão. Ao todo o terreno tem 33,9 mil metros quadrados.

A ação é motivada pelas dívidas trabalhistas, com ex-jogadores e funcionários, que vêm desde gestões anteriores e atualmente giram na casa de R$ 15 milhões. Somando-se esse valor a outros débitos fiscais, o rombo chega a um valor entre R$ 18 e 20 milhões.

Propostas já podem ser enviadas para o e-mail contato@galeriapereira.com.br, até as 14 horas do dia 20 de outubro. O site galeriapereira.com.br disponibiliza modelos de propostas, assim como o próprio edital.

O alvinegro só impedirá a venda se quitar os débitos até o fim do prazo aberto para propostas. Vale ressaltar que as ofertas têm que estar dentro dos critérios determinados pela Justiça.

Área interna do Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães (Foto: Tom Jr./UABFC) 

Caso ninguém faça propostas até 20 de outubro, o leilão passará a ser na modalidade “venda direta”, com validade até 20 de janeiro de 2022, às 14 horas. Dessa forma, nesse intervalo, as acomodações do clube serão vendidas para a primeira pessoa que oferecer o valor mínimo.

O presidente unionista, Daniel de Castro, conhecido como Gordo, confirmou que o clube busca alternativas financeiras para manter o patrimônio e deve propor um acordo para parcelamento da dívida.

Na próxima quinta-feira (16), o advogado do Clube, Dr. Regis Goddoi, concede uma entrevista para Rádio Brasil apresentando detalhes de como o União Barbarense vem trabalhando a respeito do assunto. 

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).