Notícias


LUTO

13/01/2021 às 16:56:00

Cardeal Eusébio Oscar Scheid, morre aos 88 anos por complicações da Covid-19


Faleceu nesta quarta-feira (13) aos 88 anos, o Cardeal Eusébio Oscar Scheid, arcebispo emérito do Rio de Janeiro e primeiro bispo da diocese de São José dos Campos. 

Dom Eusébio esteve internado no Hospital São Francisco, em Jacareí, por alguns dias, na luta contra a covid-19 e enfrentou uma forte pneumonia, informou a Diocese. Devido à pandemia, não haverá velório e missa abertos ao público.

Em julho do ano passado, Dom Eusébio havia celebrado o Jubileu de Diamante de sua ordenação presbiteral. Em seu site, a diocese de São José dos Campos expressou gratidão pela vida do bispo e seu ministério.

“Agradecemos a Deus pela vida de Dom Eusébio e pelos seus 60 anos de ministério presbiteral, sendo 40 anos dedicados ao episcopado. Agradecemos por tudo o que fez pela nossa Diocese e demais Igrejas Particulares onde pastoreou. Seu ministério foi marcado pela preocupação na formação do clero, no incentivo à evangelização e na organização da pastoral”.

Sobre Dom Eusébio

Natural de Luzerna (SC), Dom Eusébio era religioso da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, Dehonianos. Mestre e doutor em Cristologia, foi nomeado como primeiro bispo da Diocese de São José dos Campos, (SP) em 1981, sendo sua ordenação episcopal em 1º de maio daquele ano.

Em 1991, foi transferido para a arquidiocese de Florianópolis e, em 2001, para a arquidiocese do Rio de Janeiro. Foi criado cardeal pelo Papa João Paulo II no consistório de 21 de outubro de 2003. Tornou-se arcebispo emérito em abril de 2009, e atualmente residia em São José dos Campos.

Em sua trajetória episcopal, presidiu o Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) de 1994 a 1998; integrou a Comissão Episcopal de Doutrina da CNBB durante 12 anos; foi também ordinário para os fiéis de Rito Oriental sem ordinário próprio em 2001 e responsável pela Pastoral Familiar no Regional Sul 1 durante 8 anos.

No Vaticano, foi Conselheiro da Pontifícia Comissão para a América Latina e membro do Pontifício Conselho de Comunicação Social. Ele participou do conclave que elegeu o Papa Bento XVI, em 2005. Também foi membro do Conselho de Cardeais para o estudo dos problemas organizacionais e econômicos da Santa Sé.

No XV Congresso Eucarístico Nacional, realizado em Florianópolis (SC), de 18 a 21 de maio de 2006, foi legado papal de Bento XVI.

Dom Eusébio deixa quatro livros publicados: Tese de láurea sobre a Cristologia de Ubertino da Casale em seu contexto histórico; Preparação para o Casamento e para a Vida Familiar; Introdução à Pastoral Familiar; e Ministério do Acolhimento.

(Foto Divulgação Diocese S.J. dos Campos)
COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).