TRAGéDIA

Incêndio florestal deixa 57 mortos e 59 feridos em Portugal

18/06/2017 - 12h29

 

Compartilhar via E-mail

Um incêndio florestal de grandes proporções matou 57 pessoas e deixou 59 feridos em Pedrógão Grande, na região de Leiria, no centro de Portugal, segundo balanço oficial divulgado às 10h05 deste domingo (6h05 em Brasília) pelo jornal português "Público". Autoridades já afastaram a hipótese de incêndio criminoso.

Mais da metade das vítimas (30) morreu carbonizada dentro de seus carros na estrada entre Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra, que foi tomada pelo fogo. O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, informou que, entre os feridos, 18 foram levados para hospitais. Quatro bombeiros e uma criança estão em estado grave.

O diretor nacional da Polícia Judiciária do país, Almeida Rodrigues, descartou que incêndio seja criminoso. "Tudo aponta muito claramente para que sejam causas naturais", afirmou.

O incêndio começou por volta das 15h de sábado (horário local, 11h em Brasília). Quase 700 bombeiros e mais de 200 veículos foram mobilizados para combater as chamas. Centenas de pessoas tiveram que deixar suas casas.

O sábado foi de forte calor no país, com temperaturas que superaram os 40 graus em várias regiões. Após ter registrado poucos incêndios florestais em 2014 e 2015, Portugal foi duramente atingido no ano passado, com mais de 100 mil hectares de florestas devastadas em seu território continental.

 

Fonte: G1

Comentários

(Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).

 

 

Veja também