ELIMINAçãO

Rio Branco perde para o Nacional no DV e dá adeus ao sonho do acesso

29/04/2017 - 20h49

 

Compartilhar via E-mail

O Rio Branco está eliminado do Campeonato Paulista da Série A-3. Em duelo realizado na noite deste sábado (29), no Décio Vitta, pelas quartas de final, o Tigre perdeu por 3 a 1 para o Nacional e acabou com o sonho do acesso à Segundinha em 2018. Emerson Mi, Éder e Leo Castro abriram o marcador para os visitantes, enquanto Tiago Silva marcou o único tento alvinegro. O time de Edson Vieira termina a competição com nove vitórias, sete empates e quatro derrotas. A desclassificação veio justamente contra a equipe que Rio Branco havia enfrentado na estreia da competição, e vencido por 4 a 1, em São Paulo, naquela oportunidade.

 Pressão inicial e frustração no contra-ataque adversário

O maior trunfo rio-branquense para o duelo era sua defesa, que foi vazada em apenas 14 oportunidades durante toda a competição. Na frente, os desfalques de Brunão e Wallace, por lesão, obrigaram Edson Vieira a escalar Sandinho entre os titulares. Ao menos, Fábio Baiano era opção no banco de reservas. Com a bola rolando, Victor Hugo teve boa oportunidade aos 11 minutos de jogo, pelo setor direito, mas teve chute abafado pela defensiva adversária. E o Tigre fazia valer o mando de campo, pressionando o Nacional desde os primeiros minutos e levando perigo nas bolas paradas. A bola o time de Edson Vieira até tinha, mas também encontrava dificuldades em infiltrar na área dos visitantes.

Justamente a ausência de um homem de referência dificultava com que a bola parasse no ataque.  Mas, através das bolas paradas, o Tigre seguia incomodando. Aos 33 minutos,  Cesinha, de muito longe, bateu falta que passou triscando o travessão de Felipe.

Apesar de levar mais perigo, quem saiu na frente foi o Nacional. Aos 39 minutos do primeiro tempo, após troca de passes com extrema facilidade, Léo Castro ajeitou para Emerson Mi bater sem chances para Ronaldo, frustrando os planos do Tigre. Rufino, de cabeça, respondeu logo em seguida, mas sem sucesso.  

Falha de Ronaldo e placar ampliado logo no início da etapa complementar

 

Nem deu nem tempo para a bola rolar no segundo tempo, praticamente, e o Nacional ampliou. Logo aos seis minutos, Eder bateu falta e contou com um frango de Ronaldo para deixar o time da Capital muito próximo da vaga às semifinais. E o terceiro veio aos 15 minutos com o artilheiro do campeonato, Leo Castro. Ele aproveitou cobrança de falta desviada na barreira para só tocar para o fundo das redes, tornando a missão alvinegra ainda mais difícil. O Rio Branco diminuiu aos 27 minutos, através de Thiago Silva, que aproveitou o trabalho de pivô de Sandinho para encher o pé e marcar o primeiro gol rio-branquense no duelo.

Confira a ficha técnica:

RIO BRANCO (1)

Ronaldo; Pablo, Rufino, Luiz Paulo e Corrêa (Bispo); Keitá, Cesinha, Tiago Silva e Vitor Hugo (Wellington); Julio (Thiaguinho) e Sandinho.

Téc.: Edson Vieira

 NACIONAL (3)

Felipe; Thiaguinho, Luiz Henrique, Jefferson e Ricardo; Everton (Murilo), Caio (Jobson), Eder (Laécio) e Emerson Mi; Negueba e Léo Castro.

Téc.: Tuca Guimarães

ÁRBITRO: Leonardo Ferreira Lima

LOCAL: Estádio Décio Vitta, em Americana.

GOLS: Emerson - 39'1T, Eder - 6'2T e Léo Castro - 15'2T  (Nacional); Tiago Silva - 29'2T (Rio Branco) 

CARTÃO AMARELO: Everton e Ricardo (Nacional); Tiago Silva Keitá (Rio Branco)

PÚBLICO: 1250 pagantes 

RENDA: R$20.175, 00

 

Fonte: Redação

Comentários

(Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).

 

 

Veja também